Close
Rechercher
Filters

Pintaria a fachada da sua casa de preto? Descubra porque essa cor pode ser uma boa opção.

 Na verdade, o preto nunca é a primeira opção quando se trata de pintura de ambientes internos ou fachadas de edificações residenciais. E porquê? É que, geralmente, devido às diversas associações culturais e históricas, as pessoas acabam por acreditar que esta cor remete à escuridão, à tristeza e a eventos misteriosos, como o Dia das Bruxas. Portanto, ideias assim ganham espaço no seu mercado muito lentamente. Então, qual a resposta que um cliente deste país daria à um arquiteto que lhe propusesse pintar toda a parte externa da casa de preto?

Blog da Arquitetura reuniu várias imagens que mostram residências que tiveram as suas fachadas pintadas na cor preta. Confira a reportagem a seguir e responda à seguinte pergunta: aceitaria transformar a sua casa assim também?

(imagem extraída de UP interiors em Youtube)

+ CARACTERÍSTICAS ATRIBUÍDAS À COR PRETA

Geralmente, as pessoas preferem pintar as fachadas das suas residências com uma cor brilhante e alegre.  Isso porque elas sabem que, de algum modo, os outros habitantes, de fora, julgarão sua escolha de acordo com opiniões pré-estabelecidas, baseadas naquilo que julgam ser o padrão normal.  Só que o preto, embora seja uma cor tão adorável visualmente quanto todas as outras, acaba sendo uma opção descartada. Uma fachada pintada de um tom escuro é quase sempre considerada menos bela – só que a boa arquitetura prova justamente o contrário.

Num primeiro momento, o preto pode ser associado às sensações de melancolia, frieza, falta de vida, luto, medo e outras. Em contrapartida, dependendo das circunstâncias, ele pode ser auspicioso, representando elegância, sofisticação, vanguarda e modernidade. Cores escuras adicionam um ar de drama, de profundidade, de autoridade e força às arquiteturas. Uma casa pintada na cor preta dificilmente deixará de ser notada na paisagem pelo observador.

(imagem extraída de Design Milk)
(imagem extraída de Studio MM Architect)

+ AS VANTAGENS E DESVANTAGENS DA COR PRETA

A primeira desvantagem que se pode destacar, em relação ao uso da cor preta na parte externa das edificações, é o efeito estufa. Diferente do branco, o preto absorve muito os raios solares, deixando os ambientes internos com temperaturas elevadas. Segundo, a pintura preta precisa de manutenção constante, já que a tinta nessa cor se expande e contrai mais do que uma de cor clara. E terceiro, o preto acentua as imperfeições das paredes – em contrapartida, enfatiza todos os seus belos elementos arquitetónicos e ornamentais, por isso recomenda-se aplicar apenas sobre texturas e formas mais simples e discretas.

Uma vantagem é que, por ser neutro, o preto pode destacar outros matizes de cores, em toques mínimos. Paredes pretas combinam com aberturas amarelo-ouro – um pouco de luz contrastando com a fachada escura.  O preto também é excelente combinado com tons verdes. Frente a um jardim ou outro ambiente natural, uma fachada na cor preta se destaca e também ressalta a paisagem ao redor.

(imagem extraída de Nota Paper House)
(imagem extraída de Dezzeen)

+ O CONCRETO PRETO

A massa de concreto que todos conhecem é aquela comum, na cor acinzentada. O que poucos sabem é que esse composto pode ser pigmentado em preto – uma das cores mais difíceis de se obter. Esse tom pode ser misturado para escurecer outros tons, e pode ser usado sozinho para fazer cinzas claros, cinzas escuros ou preto direto. O negro de óxido de ferro é o mais usado, atualmente, pela indústria da construção civil; ficando em segundo o à base de carbono, que cria um “preto mais preto”, por assim dizer. Hoje em dia, no mercado, a empresa suíça Attilio Panzeri & Partners é a que mais domina o ofício de criar concreto preto.

“Ao contrário dos pigmentos de concreto pálido tradicionais, a sua escuridão não convencional torna-se a tela a partir da qual criar contrastes com outras superfícies. O preto é a ausência de cor; uma tela para adicionar cor. Uma adição também de superfícies, materiais ou texturas num pano de fundo que já é acolhedor e íntimo na mitigação da luz” – Attilio Panzeri, em entrevista de ArchDaily.

(imagens extraídas de ArchDaily)

+ COMO PIGMENTAR O CONCRETO DE PRETO

Adicionando imediatamente o pigmento, da matéria-prima que for, ao Cimento Pozolânico – matriz de concreto à base de material vulcânico – a massa ficará permanentemente colorida. Em tese, é simples assim. Para escurecer o concreto deve-se usar, preferencialmente, uma mistura de óxido de ferro preto e óxido de carbono. A quantidade para uma coloração eficaz vai depender da quantidade de cimento na mistura. Para o concreto tipo “pronto para uso”, recomenda-se 15% de pigmento sobre a quantidade de massa total.

(imagens extraídas de Pinterest e Pinterest)
(imagem extraída de Materialicious)

+ AS VANTAGENS E DESVANTAGENS DO CONCRETO PRETO

Obter um concreto preto uniforme é uma tarefa bastante complexa. A aparência final dos elementos arquitetónicos dependerá dos ingredientes utilizados. O que poderia passar despercebido em outras cores, no preto fica mais evidente. Independente da matéria-prima pigmentante, o tom escuro sempre acusará a existência de eflorescências, ou seja, as possíveis falhas causadas pelos depósitos de pó branco, provindo dos sais dissolvidos na mistura. Por isso, é importante se certificar de que o óxido de ferro preto será distribuído uniformemente ao concreto. Do contrário, ao final, deve-se realizar uma escovação a seco ou, em casos mais difíceis, passar removedores químicos na peça.

(imagem extraída de Yandex)

Sem dúvidas, apesar de todas as desvantagens, a criação do concreto colorido ou pigmentado abriu um leque maior de possibilidades para a arquitetura. O efeito visual de projetos feitos com esse material é mesmo impressionante. Se a tinta na cor preta necessita de mais manutenção, pois desbota mais rapidamente; em contrapartida, o concreto preto precisa de bem menos, e ainda será mais durável e apresentará melhor resistência contra a poluição, contra a ação solar e outras intempéries.

 Fonte: Blog da Arquitetura